Bem-vindo ao psicologobh.com.br

Para que possamos encontrar a origem dos nossos incômodos e frustrações, avaliarmos nossas escolhas e aprendermos a lidar de forma assertiva com os percalços diários, precisamos fazer um movimento. Independentemente da razão pela qual você chegou até aqui, o primeiro passo foi dado. Sejam todos bem-vindos!

 

Ser mulher é...

Ser mulher é entender que há diferenças entre o feminino e o masculino e que estas diferenças nada têm a ver - ou, pelo menos, não deveriam ter conexão alguma - com superioridade ou privilégios e sim, com a questão de gêneros que se diferem em certos quesitos e são complementares.

Ser mulher é saber que o sexo feminino, geralmente, apresenta uma sensibilidade maior, tem uma percepção mais ampliada, habilidade para captar movimentos simultâneos e assuntos diversos e desenvolver a intuição de maneira peculiar.

Você sabe identificar uma relação abusiva?

Um tema que tem sido debatido e que merece devida atenção é a questão dos abusos psicológicos e emocionais. Tão devastadores quanto os abusos físicos e verbais, os abusos psicológicos podem gerar diversos danos à pessoa que o sofre.  Às vezes, o abuso psicológico ocorre de maneira sutil, o que dificulta a sua identificação. Existem pessoas que passam anos vivendo uma relação abusiva e não conseguem perceber o quão prejudicial é este tipo relacionamento.

Alguns aspectos podem ser observados nesses tipos de relação:

O poder do "não"

 

Só sabemos o real significado do “sim”, quando conhecemos o “não”. Imagine se tudo fosse licito e permitido, como seria o mundo? Imagina se recebêssemos apenas “sim” como resposta, mas, em contrapartida, também tivéssemos que responder de maneira afirmativa? Felizmente as coisas não funcionam desta forma, mas será que sabemos lidar com “os nãos” que recebemos e sabemos dizer “não” quando necessário?

Subscrever Feed da página inicial